Área do cabeçalho
gov.br

Este sítio foi reprojetado para melhor atendê-lo. Acesse já pelo celular e veja mais essa novidade

Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Tupa – Teatro Universitário Paschoal Carlos Magno

Área do conteúdo

Projeto Palco de Giz dá início às atividades de mediação artística e de formação de espectadores de 2021

Data de publicação: 9 de junho de 2021. Categoria: Notícias

As oficinas serão realizadas com estudantes de duas escolas públicas de Fortaleza e contará com etapas de sensibilização, apreciação e pós-apreciação do espetáculo teatral

Começam nesta quarta (09/06) as atividades pedagógicas de mediação artística do Palco de Giz – Projeto de Formação de Espectadores. Neste primeiro ciclo do ano, serão contempladas seis turmas de ensino médio, envolvendo cerca de 180 estudantes de duas escolas públicas de Fortaleza. Devido às medidas de isolamento social coordenadas pelo governo Estadual, no contexto da pandemia de COVID-19, todas as oficinas propostas pelo projeto – tanto a formação da equipe mediadora quanto a mediação artística dos estudantes – serão realizadas de forma síncrona e assíncrona. As atividades deste ciclo de mediação estão previstas para todo o mês de junho.

Como parte do processo de formação dos(as) bolsistas que irão atuar na mediação, foi realizada no dia 17 de maio uma oficina de planejamento da etapa de pré-apreciação, envolvendo os elementos poéticos da série Sobre o Vazio em Tempos Remotos, do Projeto Negativo. A oficina, que foi conduzida pelo artista e professor Dr. Glauber Coradesqui (do Instituto Federal Fluminense – IFF),  teve como foco planejar as atividades a serem trabalhadas nas escolas, buscando criar estratégias para motivar os estudantes a ter atitudes de abertura e de curiosidade em relação ao espetáculo. 

Nesta ação, o Palco de Giz oferta oficinas de mediação a quatro turmas da EMTI Dom Antônio de Almeida Lustosa, no bairro Granja Lisboa; e a duas turmas da EEFM Almirante Tamandaré, no bairro Messejana. Estas turmas serão apresentadas ao projeto pelo professor da disciplina de Arte, Levi Mota (Levi Banida). As ações de pré-apreciação, apreciação e pós-apreciação do espetáculo Negativo estão previstas para durarem três semanas, sendo finalizadas na penúltima semana de junho.

De acordo com Juliana Carvalho, coordenadora do Palco de Giz e diretora do Tupa – Teatro Universitário Paschoal Carlos Magno, o principal desafio nessas ações de mediação é o modo de adaptação dos elementos práticos teatrais para o ensino remoto, no incentivo aos estudantes por uma participação ativa nas oficinas. Para superar esse desafio, a equipe de mediação tem como estratégia o uso de memes: “todo mundo gosta de memes e figurinhas […]. Então uma das estratégias é essa, de convocar a participação através do jogo de representar o seu meme na pandemia, mas também do próprio convite de experimentar o que é fazer teatro no ambiente virtual”. Ainda segundo Juliana, a oficina de pré-apreciação do projeto Negativo será realizada de modo síncrono (pelo Google Meet), buscando trazer aos discentes as experiências de práticas teatrais, inicialmente presenciais, de maneira remota; além da ideia da arte como forma de reflexão sobre as mudanças e as dificuldades implicadas pela pandemia. De modo geral, as ações do Palco de Giz têm como objetivos fortalecer a ponte entre as escolas públicas e a Universidade, ao difundir produções de graduandos do curso de Teatro da UFC e mostrar como tais produções chegam à população; mobilizar a curiosidade e a vontade de ver teatro; e buscar a arte como forma de expressão: “Nosso desejo é que os estudantes percebam que a arte pode ser uma forma de expressão muito potente, de elaboração das angústias e questões humanas,  e que eles percebam também que podem fazer teatro, mesmo nesse momento”, completa o professor Francis Wilker.

Cabe destacar que esta será a segunda edição do Palco de Giz realizada durante a pandemia. Em 2020 o projeto atendeu 15 turmas de nono ano de 08 escolas públicas da rede municipal de Jijoca de Jericoacoara, envolvendo 09 professores de arte e 377 estudantes em torno da mediação do espetáculo “Tudo ao mesmo tempo agora”, de Maria Vitória (Grupo Terceiro Corpo). O Palco de Giz online de 2020 foi realizado através de ações de pré-apreciação e apreciação assíncronas, com uma equipe de 08 bolsistas e numa parceria com o Projeto Escolas Criativas, da Quitanda Soluções Criativas. 

Novidades

Com as dificuldades expostas pelas medidas de isolamento social, em vigência desde o ano passado, o Palco de Giz viu a necessidade de se adaptar às mudanças impostas e, para isso, lançou mão do uso de várias tecnologias. Em 2020, com o ensino remoto, as atividades de mediação tiveram que ser adaptadas para as plataformas do WhatsApp e do YouTube, com a criação de materiais pedagógicos assíncronos e a realização das oficinas através de grupos de WhatsApp, bem como o uso de técnicas de aproximação com o desenvolvimento de figurinhas para o aplicativo. Seguindo o processo de inovação, em 2021, o Palco de Giz inaugura o seu próprio perfil do Instagram. Segundo Emanuel Dantas, bolsista de comunicação do projeto, a criação da nova rede visa “abrir um espaço de independência entre o Palco de Giz e o Teatro Universitário e, ao mesmo tempo, aumentar a aproximação e o acolhimento dos estudantes, produzindo conteúdo que possa ser tanto interessante para eles, quanto instrutivo e motivador, em relação ao mundo das artes cênicas”. Os resultados das ações de formação de espectadores empreendidas pela equipe de mediação do Palco de Giz serão divulgados no perfil no Instagram do projeto (@palcodegiz) e no site do Teatro Universitário (https://teatrouniversitario.ufc.br).

 

Sobre o Palco de Giz

O Palco de Giz – Projeto de Formação de Espectadores é um projeto ligado ao Programa de Promoção à Cultura Artística (Secult-Arte/UFC), e à Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal do Ceará. Idealizado e coordenado pela Profa. Dra. Juliana Carvalho, junto ao Prof. Dr. Francis Wilker – ambos docentes da licenciatura em Teatro da UFC – o projeto busca aproximar estudantes de escolas públicas cearenses das artes cênicas e do Teatro Universitário, através da mediação teatral. Para isso, o projeto oferta às escolas parceiras oficinas pedagógicas, que sensibilizam o público para a apreciação do espetáculo,  assim como atividades de pós-apreciação (como oficinas e debate com os artistas). Com essas ações o projeto busca a formação de espectadores engajados e com senso crítico, capazes de fazer as próprias leituras sensíveis, tanto de espetáculos cênicos, quanto da sociedade e do mundo; além de atuar na acessibilidade de bens artísticos e culturais a adolescentes e jovens.

Mais informações podem ser consultadas nos perfis do Instagram do projeto (@palcodegiz) e do Teatro Universitário Paschoal Carlos Magno (@tupaufc).

 

Sobre o espetáculo Negativo

“Negativo é incômodo. É retirar-se da zona de conforto, do espaço onde o positivo é a regra e a produção é constante, onde o mundo não para mesmo durante uma pandemia.”

O projeto “Sobre o Vazio em Tempos Remotos” é uma série de três vídeo-narrativas, todas intituladas “Negativo”. Esses vídeos abordam a relação entre o Teatro de Objetos e a pandemia. Para isso, o trabalho apresenta recursos de biografia e autobiografia, gerando uma narrativa que vislumbre o cotidiano diante do cenário pandêmico, tratando de aspectos relacionados à mudança no estilo de vida da população, tanto no âmbito individual, quanto no coletivo.

“Negativo” é uma produção do grupo de pesquisa “COMENA – Corpo, Memória e Narrativas”, coordenado pela professora dra. Renata Lemes (curso de Teatro/ICA), que também fez a direção geral da série. O elenco conta com as atrizes e discentes do curso de Teatro da UFC, Carolina Feitosa, Karol Sampaio e Larissa Gondim; ilustração por Luana Beatriz; edição e vídeo por Rayana Lopes; trilha sonora por Raul Xavier e social media por Kelwin Cirilo.

A obra pode ser assistida pelo YouTube, por meio dos links: Vídeo 1:https://youtu.be/eniKXkADApU; Vídeo 2: https://youtu.be/3e_HNIMl8Lo; Vídeo 3: https://youtu.be/l2OvB3UIz2o .

Mais informações, incluindo produção, reflexões e sobre a equipe, podem ser consultadas no perfil do Instagram do projeto (@projetonegativo).

 

Data Escola Atividade

09/06/2021

(quarta-feira,

10h às 10h30)

ALMIRANTE TAMANDARÉ Pré-apreciação – oficina de sensibilização

09/06/2021

(quarta-feira,

15h30 às 16h)

ALMIRANTE TAMANDARÉ Pré-apreciação – oficina de sensibilização

10/06/2021

(quinta-feira,

16h30 na 17h10)

DOM LUSTOSA Pré-Apreciação – oficina de sensibilização

11/06/2021

(sexta-feira, 8h50 às 9h30)

DOM LUSTOSA Pré-apreciação – oficina de sensibilização

16/06/2021

(quarta-feira,

10h às 10h30)

ALMIRANTE TAMANDARÉ Apreciação  do espetáculo Negativo (YouYube)

16/06/2021

(quarta-feira,

15h30 às 16h)

ALMIRANTE TAMANDARÉ Apreciação  do espetáculo Negativo (YouYube)

17/06/2021

(quinta-feira,

16h30 na 17h10)

DOM LUSTOSA Apreciação  do espetáculo Negativo (YouYube)

18/06/2021

(sexta-feira, 8h50 às 9h30)

DOM LUSTOSA Apreciação do espetáculo Negativo (YouYube)

23/06/2021

(quarta-feira,

15h30 às 16h)

ALMIRANTE TAMANDARÉ

(Todas as turmas juntas)

Pós-Apreciação – Debate com as artistas

25/06/2021

(sexta-feira, 8h50 às 9h30)

DOM LUSTOSA

(Todas as turmas juntas)

Pós-apreciação – Debate com as artistas

 

Acessar Ir para o topo